Blog

04.JUL.2018

Produto ? Dicas de lançamento

Produto ? Dicas de lançamento

Dicas para lançar produto: Um dos últimos cases desastrosos de lançamento de produtos mais citado nas redes sociais aqui no Brasil foi o da nova linha de esmaltes de uma marca famosa, em que a ideia central era dar nome de homens aos seus esmaltes e junto ao nome colocar uma característica dita “positiva” que estes homens teriam para com as mulheres.

A linha intitulada “Homens que Amamos”, não teve uma boa aceitação, muitas pessoas (grande parte mulheres), ficaram inconformadas com a possível ideia de que o ato de um homem mandar flores ou dizer eu te amo, mereceria uma “homenagem” a ponto de uma empresa lançar uma linha de produtos com essas tais características que deveriam ser normais em nosso dia a dia.

Dicas para lançar produto

Cases como esses nos dão a certeza de que o estudo de mercado é essencial antes de qualquer lançamento de produtos e campanhas publicitárias. O mercado, seja qual for a sua área de atuação está cada vez mais competitivo, com novas ideias, empresas e produtos surgindo diariamente e muitos no calor do momento, esquecem de analisar princípios básicos antes de investir em novas ideias.

Dê uma olhada nas Dicas para lançar produto abaixo e veja se você está sendo coerente ou se está iniciando um trabalho de forma aleatória. Aprenda a investir no seu planejamento.

1- Amadureça a sua ideia

Umas das primeiras Dicas para lançar produto – Não é porque você acha a sua ideia fantástica que ela deve sair do papel. Na verdade, não estou jogando um balde de água fria na sua empolgação. O que quero dizer é que, mesmo que a ideia seja boa e inovadora ela deve ser amadurecida, e isso só acontece quando você sai da teoria de forma consciente e parte para a prática, baseando-se em informações consistentes que você só terá em mãos se pesquisar e conhecer muito bem o mercado que deseja explorar.

2- Identifique os prós e contras

Procure identificar os prós e os contras desse investimento, pontue seus pontos fortes e seus pontos fracos, questione-se sobre o que você quer oferecer, se é realmente bom, se é diferente dos demais, se você poderá trabalhar de uma forma competitiva, se tem logística para atender seu público, enfim, conheça o que você tem a oferecer. Não deixe de fazer uma análise interna.

3- Analise o mercado

Comece conversando com quem está a sua volta, invista em relacionamento com possíveis clientes e até mesmo funcionários, veja se o seu produto terá espaço no mercado. Verifique se já existem produtos similares aos seus e se essa concorrência é forte ou não. Informe-se sobre os hábitos dos seus possíveis consumidores, e sempre se atualize sobre a situação econômica em que eles se encontram, se eles estão consumindo e quais tendências estão seguindo.

4- Observe as oportunidades

Você deve ficar atento a tudo que acontece a sua volta, quando você está bem informado sobre a situação econômica, política, social, atualidades, entre outros assuntos, fica mais fácil enxergar novas oportunidades ou solucionar dúvidas que estejam atrapalhando o desenvolvimento da sua ideia.

5- Seja objetivo

Você tem que saber quais são os seus objetivos. Se eles não estiverem bem definidos você não conseguirá planejar e estruturar estratégias que te deem o posicionamento e retorno esperados. “Assoviar e chupar cana ao mesmo tempo” é impossível. Foque num único alvo e trabalhe para que o caminho até ele seja desenvolvido com competência.

6- Invista em comunicação

Essa dica eu deixei por último, mas na verdade se ela for aplicada desde o surgimento da sua ideia você com certeza terá o retorno esperado. Digo isso, porque com a ajuda de profissionais capacitados, que atuam diariamente no desenvolvimento de pesquisas de mercado, que se especializam sobre a melhor forma de utilizar os mais diversos meios de comunicação, que têm uma equipe criativa para dar forma aos seus pensamentos e que principalmente têm a seriedade de te mostrar o que não deve ser feito, você começa de uma maneira bem estruturada garantindo solidez no lançamento do seu produto.

Muitos não dão a devida importância para a contratação de uma agência de publicidade, e acabam falando com o público de maneira aleatória, sem sequer ter a certeza de que estão falando com as pessoas certas. A ideia de “quanto mais melhor”, não se aplica à comunicação, que sim, deve ser trabalhada de forma segmentada.

Invista em comunicação, invista em pesquisas, contrate uma agência de publicidade. É melhor investir num bom planejamento do que gastar dinheiro tentando contornar uma crise.

Veja também

compartilhe!

Comentários

Deixe seu comentário