Blog

26.JUN.2017

O Milheiro como padrão comercial

O Milheiro como padrão comercial

O processo de Impressão em gráfica é como qualquer outro, segue etapas até que o produto gráfico esteja concluído.

E como todo processo, a impressão Off-set possui custos fixos elevados, tais como insumos, acertos e setup de máquina, facas e acabamentos especiais, etc. Para o processo se tornar viável, todos estes custos precisam ser “diluídos” em um número maior de unidades possível.

Ou seja: quando você imprime em grande escala, o custo cai. DRASTICAMENTE

O setup de máquina e os demais custos fixos, que é o tempo utilizado para ajustar a impressão e suas perdas, é o mesmo para 100, 1000 ou 10.000 impressões. Depois de calibrado o equipamento, a impressão é rápida (de dependendo do equipamento, aproximadamente 7.000 fls/h). Então, enquanto o impressor pode utilizar 2h para o setup, em 15 minutos imprime 1000 unidades.

Podemos ver que o custo unitário cai, pois o custo fixo é “diluído” conforme aumenta a quantidade.

Não é possível praticar o custo unitário de 5.000 para imprimir 3.000, pois o que representa esta diferença é a quantidade de papel utilizado. Se a gráfica faz isso ela não está computando o custo do papel utilizado, perdendo dinheiro.

Existem outros fatores que podem influenciar na composição de um orçamento (tipo de equipamento, aproveitamento de papel, marcas de insumos), o que justifica diferenças de preços entre gráficas. Se a diferença é muito grande, atenção! Pode haver algum erro no orçamento ou na especificação do pedido.

Dependendo da parceria entre você e sua gráfica podem haver exceções para quantidades menores, fora isso, se a tiragem é pequena a melhor opção é utilizar serviços de uma gráfica digital.

Aliás, baixa tiragem quase nunca vale a pena.

Exceto para testes de produtos, lembrancinhas, eventos pequenos ou brindes personalizados imprimir em baixa tiragem é um péssimo negócio.

Se você está começando um novo negócio e vende um produto, por exemplo, não acredite que só por que você está imprimindo de 20 em 20 rótulos, o risco do seu negócio vai diminuir… muito pelo contrário!

Essa falta de comprometimento pode matar uma boa idéia e enterrar uma empresa que mal nasceu. Prefira perder um pouco mais de tempo planejando o produto, estudando o mercado, faça os testes e daí sim, coloque seu produto na rua para valer!

A dica é: planeje a quantidade antes de imprimir.

Também, não imprima uma quantidade maior de material apenas com base no custo. Dependendo da frequência que você utiliza o impresso, o risco de perdê-lo por defasagem e grande. Agora, caso você necessite momentaneamente de 500, mas daqui a alguns meses vai precisar de mais 500, opte por uma maior quantidade. Com esse pequeno estoque sua economia vai ser MUITO grande.

Gostou do artigo? Que tal fazer uma cotação conosco?

Preencha o formulário (clique aqui) ou contate-nos pelo fone: (41) 3333-3166

Veja também

compartilhe!

Comentários

Deixe seu comentário