Blog

27.MAR.2019

Logomarca não: Logotipo!

Logomarca não: Logotipo!

Você já se deparou com o termo “logomarca”? Ou então, já fez uso do mesmo?

O que te soa melhor: logotipo ou logomarca?

Esse artigo vem tratar de um assunto bem antigo no campo do design gráfico. Resolvi escrever sobre isso após alguns pedidos de amigos próximos, profissionais de outras áreas, que queriam uma explicação certeira sobre essa dúvida.

Há sempre quem diga que se tratam da mesma coisa ou que o nome não faz diferença. Mas conhecimento é sempre muito importante e vai te ajudar nas reuniões sobre marca e identidade visual.

Se estudarmos sobre significado de termos, ‘logomarca’ não faz sentido algum, pois “Logo”, termo de origem grega, é definido como “palavra” e “significado”. Já “marca”, vem do germânico “Marka”, também é definido como “significado”.

O termo é construído por duas palavras com o mesmo significado, o que o torna redundante tal como os famigerados pleonasmos “subir pra cima” ou “descer lá embaixo”. Existem sim muitos profissionais da área criativa que utilizam tal termo, mesmo com tanta gente se esforçando pra esclarecer os significados. E esse termo existe sim (infelizmente) no dicionário. Mas só no Brasil. O restante do mundo utiliza variações das palavras logo, logotipo ou marca — mas nunca logomarca.

Logotipo: do grego “logos” (significado) + “typos” (figura): arranjo distinto de letras no qual empresas e organizações são prontamente reconhecidas pelos clientes.

(fonte: answers.com)

É uma discussão idiota que nunca vai dar em nada? Talvez seja. Mas aquela cutucadinha sempre vale, né? Essa é uma questão quase que religiosa para os criativos.

E você aí, já sabia sobre o significado desses termos? Utilizava algum de forma errada? Ou acha tudo isso uma grande besteira? Conta aí nos comentários!

Grande abraço,

Veja também

compartilhe!

Comentários

Deixe seu comentário