Blog

27.OUT.2017

Design e inovação

Design e inovação

Design é a resposta

Embora o design seja muito associado à estética, sua função transcende esse conceito. Além do visual, ele compreende, também, a busca pelas melhores soluções dos aspectos ergonômicos e funcionais de produtos e serviços, com o objetivo de melhorar a vida das pessoas, proporcionando mais conforto, segurança e satisfação.

Assim, por vezes um design inovador resolve um problema até então sem solução. Às vezes, essa resolução vai além, e o design é capaz de expor uma questão nova, que nem passava pela cabeça dos consumidores, pois a inovação também serve para mostrar perspectivas diferentes ao mercado e fazê-lo tomar um novo rumo.

Para ilustrar isso melhor, aqui vai um exemplo: em 2007, a  tecnologia Touch Screen já estava entre nós, mas não era vastamente usada no mercado. Assim, a Apple, ao lançar o iPhone, usou da tecnologia e deixou o teclado Qwerty para trás.

A decisão fez com que o smartphone não só ganhasse um visual sofisticado, mas também tivesse sua usabilidade melhorada quando comparado aos correntes da época, já que o fato de não ter um teclado físico permitia que tela do aparelho fosse maior.

O papel fundamental do designer

E quem pode trazer à tona esses questionamentos de forma a dar novas perspectivas ao mercado? Se você respondeu mentalmente “o designer”, acertou. Além de criar, este profissional tem como objetivo melhorar a vida das pessoas, pois ele é, também, o responsável pela busca de soluções para produtos e serviços.

Desse modo, o designer analisa, traduz e materializa os desejos dos consumidores para atender às suas necessidades — mesmo que elas ainda nem sejam explícitas, como citamos no tópico acima. Mas como fazer isso? É preciso que as pessoas que são tocadas pelos devidos contextos sejam verdadeiramente entendidas, tornando-se uma etapa importante da criação.

Ainda citando o exemplo do iPhone, foi o que a Apple fez ao reunir, em um único aparelho, três necessidades diferentes de seu público (ligações, comunicação via web e tocador de músicas) — a marca compreendeu seus consumidores!

O principal objetivo do design thinking

Para que essa compreensão se dê de forma efetiva, o design thinking é uma alternativa. Trata-se de uma abordagem que, baseada na empatia, observação e experimentação, busca inovar. E, para isso, coloca as pessoas no centro do processo, possibilitando o entendimento mais amplo, ágil e profundo sobre os sentimentos, comportamentos e desejos do consumidor.

O principal objetivo dessa imersão é encontrar a melhor forma de criar produtos e serviços inovadores, desejáveis e prazerosos, que facilitem e desempenhem um papel importante na vida de quem os utiliza. Já percebeu como eles fazem parte do nosso dia a dia? Além do iPhone, há outros exemplos de diferentes segmentos que fazem parte do nosso cotidiano: a chaleira que faz barulho quando a água ferve é um deles.

E aí, percebeu como design e inovação são essenciais não só para o sucesso de uma marca mas também, principalmente, para a evolução da nossa maneira de enxergar o mundo? Compartilhe este post nas redes sociais e espalhe esta ideia!

Veja também

compartilhe!

Comentários

Deixe seu comentário