Blog

05.DEZ.2017

A Impressão Offset (Parte 01)

A Impressão Offset (Parte 01)

O processo de impressão planográfico Offseet ou apenas “offset”, como é carinhosamente chamado pelos profissionais da área de impressão ou criação, é um dos métodos mais utilizados por designers e produtores gráficos atualmente (se desconsiderarmos a grande quantidade de impressoras domésticas que existem). Ele é o principal processo de impressão desde metade do século 20.

É um processo cuja essência consiste em repulsão entre água e gordura (tinta gordurosa). O nome offset, que significa “fora do lugar” vem do fato da impressão ser indireta, ou seja, diferente do que aprendemos na impressão Litográfica, a tinta não sai da matriz direto para o papel, ela passa antes por um cilindro intermediário, chamado de blanqueta.

Ao tornar a impressão litográfica “fora do lugar”, ou seja, ao torná-la indireta, os problemas que existiam antes foram drasticamente reduzidos, uma vez que a blanqueta filtra o excesso de tinta e de água, evitando que o papel fique ensopado, manchado, etc.

Diagrama da impressão litográfica industrial

Todo o processo acaba tornando a impressão mais cara. Entretanto, este custo é dissolvido devido a sua grande tiragem. Hoje em dia, com as novas tecnologias, os processos analógicos já não são mais tão utilizados, dando lugar aos CTP’s, que agilizam o processo e geram menos material como fotolito etc.

Esta é uma impressora Offset de uma cor

Montagem

Os equipamentos de impressão offset mais comuns utilizam vários cilindros (muitos mais do que no processo litográfico) para garantir uma melhor distribuição da água e da tinta. A chapa de alumínio, que é flexível e contém a imagem a ser impressa é montada na impressora no cilindro porta chapa. Cada chapa é usada para transferir uma cor das quatro cores básicas de impressão (CMYK).

Para impressão colorida é necessário o uso de várias chapas, uma para cada cor, em geral, Ciano, Magenta, Amarelo e Preto, que proporcionam a mistura dos pontos de retícula. Em casos onde é necessário o uso de uma cor especial, como prateado, dourado ou cores Pantone, faz-se necessário o uso de mais chapas.

Diagrama simplificado do sistema de impressão offset

A impressora precisa também estar preparada para imprimir em série o número de cores necessário. Isto é importante para manter o registro entre as diferentes tintas usadas no processo.

Existem impressoras offset que imprimem apenas uma cor (imagem acima), exigindo mais mão de obra e tempo para impressão colorida. A impressão acontece da seguinte forma (em uma visão simplificada):

  1. O impressor monta a chapa da cor Ciano na máquina. Imprime todas as cópias do material nesta cor.
  2. Depois o impressor precisa retirar a chapa ciano, lavar a máquina para retirar toda a tinta dos rolos e então montar a chapa seguinte, geralmente com a cor magenta.
  3. Todo o material que havia sido impresso em ciano então volta para a máquina para receber a segunda cor.
  4. Este processo se repete até que todas as cores CMYK sejam impressas, uma a uma, gerando o efeito colorido através do meio tom graças as retículas de cada chapa.
Impressora offset de quatro cores

Impressoras de 4 cores ou mais agilizam este processo, tornando possível imprimir todas as cores em sequência de uma única vez, dispensando a necessidades de troca de chapas e lavagem da máquina, agilizando bastante o processo.

(Continua na próxima semana)

 

Quer saber mais antes do próximo artigo?
Contate-nos:

tel 41 3079.3166

 

 

Veja também

compartilhe!

Comentários

Deixe seu comentário